Biblia Online

programa Ligação Gospel

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Canindé de São Francisco - SE: Vídeo de sexo entre pastor da Assembleia de Deus e uma fiel cai na rede

O pastor da Igreja Assembléia de Deus do Povoado de Capim Grosso, na zona rural de Canindé de São Francisco - SE, Manoel Macambira de Brito, conhecido como Dedé, e uma fiel de 35 anos, teve um suposto vídeo intimo divulgado na rede mundial de computadores. O vídeo que foi gravado pelo próprio pastor em um motel da cidade, e mostra cenas fortes de sexo entre ele e a fiel, vazou na internet, e tem a duração de 15 minutos. Segundo populares, a mulher era casada e tem quatro filhos. Ainda segundo informações, Manoel já teria sido preso em Alagoas por trafico de drogas, e após ser libertado decidiu ser evangélico, e logo depois se tornou pastor. Manoel foi demitido da congregação, perdeu suas credenciais e foi impedido de exercer o cargo. A igreja não se pronunciou sobre o escândalo.






No Twitter, internautas relatam problemas na inscrição e fazem piadas com o Enem

Entre os problemas relatados, estão falhas na hora de cadastrar o CPF, dificuldades no envio de dados e erros na geração da Guia de Recolhimento da União; Inep disse que não há problema.
Além de reclamar, internautas fizeram piadas
Internautas estão usando o Twitter para relatar problemas no procedimento de inscrição do Enem que começou nesta segunda-feira (25). Além das reclamações, há também piadas com a situação; veja abaixo. O assunto ficou no topo dos mais comentados na internet.

“Se a inscrição do Enem já está difícil, imagine a prova”, escreveu o usuário @RealMarioBrasil. “Tentando com toda fé me inscrever pro Enem, mas não tô conseguindo”, disse @BounceInTrap. “Terceira vez que tento me inscrever no Enem e o site reinicia”, postou @WildTogetic”.

Entre os problemas relatados, estão falhas na hora de cadastrar o CPF, dificuldades no envio de dados e erros na geração da Guia de Recolhimento da União.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou ao Portal Correio que o sistema está funcionando normalmente e que até o fim da tarde desta segunda (25), não havia sido identificado nenhum problema técnico que impedisse o procedimento de inscrição.

POLÍTICA: TRIBUNAL CONDENA GESTORES DE BARAÚNA, CUITÉ, SOSSEGO E MAIS 37 POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA


Imagem; Divulgação
O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) divulgou nesta sexta-feira (22), o 2º lote de sentenças referente ao julgamento de ações de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública, dos processos relacionados pela Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), neste ano de 2015, que envolve processos que foram distribuídos até dezembro de 2012.



Nesta etapa do mutirão, cerca de 40 ex-gestores, entre ex-prefeitos, vereadores e secretários paraibanos foram condenados. Ao todo, o grupo especial de juízes e assessores julgou 68 processos, dos quais 24 réus foram absolvidos.

Lista dos condenados

Gilberto Muniz Dantas, ex-prefeito de Fagundes;
Luciano Morais da silva, ex-prefeito de Salgadinho;
Antônio Martiniano dos Santos, ex-prefeito de Assunção;
Erivan Dias guarita, ex-prefeito de Monte Horebe;
Juraci Pedro Gomes, ex-prefeito de Sossego;
Maria Luiz do Nascimento Silva, ex-prefeita de Sobrado;
Adão Luiz de Almeida, ex-presidente da Câmara de Tavares;
Alessandro Alves da Silva, ex-prefeito de Pilõezinhos;
João Bosco Nonato Fernandes, prefeito de Uiraúna;
Maria Joaquina Vieira, Geraldo Luiz de Araújo, Francisco Alves Queiroz, Maria dos Remédios Martins de Oliveira, Maria Dulcimar Rocha Duarte e Francisco Francinaldo da Silva, todos vereadores de Uiraúna;
Ricardo Jorge de Farias Aires, ex-prefeito de Cabaceiras;
Antônio Medeiros Dantas, ex-prefeito de Cuité;
Flávio Romero Guimarães, ex-Secretário de Educação de Campina Grande;
Francisco Rosado da Silva, ex-prefeito de Nova Olinda;
Edvardo Herculando de Lima, ex-prefeito de Lagoa Seca;
Paulo da Cunha Torres, ex-prefeito de Riachão;
Alysson José da Silva Azevedo, prefeito de Baraúna;
José Severiano de Paulo Bezerra Silva, ex-prefeito de Tavares;
João Bosco Cavalcante, ex-prefeito de Serra Grande;
José Alencar Lima, ex-prefeito de Santana dos Garrotes;
Edmislon Alves dos Reis e Elias Germano Queiroz, prefeito e vice de Teixeira
Ernani de Sousa Diniz, ex-prefeito de Diamante;
Francisco Umberto Pereira, ex-prefeito de Santana de Mangueira;
João Luiz de Lacerda Júnior, ex-prefeito de Amparo;
Jorge Urçulo Ribeiro Coutinho, ex-prefeito de Gurinhém;
Euridice Moreira da Silva, ex-prefeita de Itabaiana;
José Benício de Araújo Filho, ex-prefeito de Pilar, dentre outros.


Interessados no concurso do CFO da PM devem se inscrever no Enem

Nota do exame na corporação serve como critério de classificação dos candidatos para as fases seguintes do concurso: Psicológica, Saúde, Física e Avaliação Social.
Divulgação
CFO
Os candidatos que pretendem concorrer ao Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Polícia Militar devem se inscrever no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que terá as inscrições abertas nesta segunda-feira (25) até o dia 5 de junho. A PM utiliza o Enem como nota da etapa intelectual, primeira fase do certame.
O critério de avaliação teórica pelo Enem foi adotado pela Polícia Militar desde o ano de 2013, quando a Universidade Federal da Paraíba também passou a adotar a prova. A nota do exame na corporação serve como critério de classificação dos candidatos para as fases seguintes do concurso: Psicológica, Saúde, Física e Avaliação Social.
Leia também:
Além da inscrição do Enem, o candidato realiza também a inscrição na PM - que é referente às fases complementares do concurso. O edital deve ser lançado ainda esta semana, com número de vagas e outras informações.
A capitã Carla Marques, da Comissão de Divulgação do Curso de Formação de Oficiais, explicou que a inscrição no Enem é pré-requisito para que o candidato possa se inscrever no edital da PM. “A garantia da concorrência ao candidato só é feita com a realização da inscrição nos dois editais, do Enem e da Polícia Militar. O primeiro é pré-requisito obrigatório para a segunda inscrição junto à Polícia Militar, quando o edital for publicado. A inscrição na PM é para subsidiar as fases seguintes do concurso”, detalhou.
Carla Marques informou ainda que critérios exigidos no último edital continuam valendo, a exemplo da altura, idade e outros critérios técnicos. “São previsões de nossa legislação para o ingresso na instituição, portanto os interessados podem sim tomar como base as exigências do último edital”, pontuou.



IMPORTANTE

O Regimento da 15ª Conferência Nacional de Saúde EXIGE que o município e seu conselho sejam 
cadastrados no SIACS- SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO DE CONSELHOS DE SAÚDE para poder
realizar a sua conferência municipal e participar da etapa estadual. 

Listamos abaixo os municípios com pendências no SIACS:
ALAGOINHA
ALCANTIL
ALGODAO DE JANDAIRA
APARECIDA
ARARUNA
BAIA DA TRAICAO
BELEM DO BREJO DO CRUZ
BOA VENTURA
BOA VISTA
BOM SUCESSO
BONITO DE SANTA FE
BREJO DOS SANTOS
CABACEIRAS
CACIMBA DE AREIA
CACIMBA DE DENTRO
CAICARA
CARRAPATEIRA
CASSERENGUE
CATINGUEIRA
CONDADO
COREMAS
CRUZ DO ESPIRITO SANTO
CUBATI
CUITE DE MAMANGUAPE
CURRAL VELHO
DESTERRO
DIAMANTE
EMAS
FAGUNDES
FREI MARTINHO
INGA
ITATUBA
JOCA CLAUDINO
JUAREZ TAVORA
JUNCO DO SERIDO
LAGOA
LASTRO
LUCENA
MALTA
MANAIRA
MARCACAO
MATINHAS
MATO GROSSO
MOGEIRO
MONTE HOREBE
MONTEIRO
NATUBA
NOVA PALMEIRA
OLHO D'AGUA
OLIVEDOS
OURO VELHO
PARARI
PASSAGEM
PAULISTA
POCINHOS
POCO DANTAS
POMBAL
QUIXABA
RIACHAO DO BACAMARTE
RIACHAO DO POCO
SALGADINHO
SALGADO DE SAO FELIX
SANTA CECILIA
SANTA CRUZ
SANTA HELENA
SAO JOSE DA LAGOA TAPADA
SAO JOSE DE ESPINHARAS
SAO JOSE DE PRINCESA
SAO JOSE DOS CORDEIROS
SERRA GRANDE
SERRA REDONDA
SOBRADO
SOUSA
TAPEROA
TAVARES
UIRAUNA
UMBUZEIRO
VIEIROPOLIS.
. ENTRE EM CONTATO URGENTE COM O CONSELHO ESTADUAL
DE SAÚDE PARA REGULARIZAR O CADASTRO. - 3218-7463

sábado, 23 de maio de 2015


Lei que proíbe venda de refrigerantes nas escolas entra em vigor na Paraíba



A partir desta quinta-feira (21) fica proibida a venda de bebidas com baixo teor nutricional, a exemplo de refrigerantes, nas cantinas das escolas públicas e privadas de educação infantil, fundamental e média.

A lei, de autoria do deputado Caio Roberto (PR), foi sancionada no dia 21 de janeiro e prevê multas e até a cassação da licença e do alvará de funcionamento do educandário que descumpri-la.

De acordo com o deputado, a intenção é proporcionar às  crianças, jovens e adolescentes, uma alimentação mais saudável.

Paraíba é o 12ª estado do Brasil no número de mortes por acidentes de moto

Taxa de mortalidade no estado é de 9,1 para cada 100 mil habitantes. Nos últimos seis anos, acidentes com motos foram responsáveis pelo crescimento de 115% das internações hospitalares no SUS
Jornal Correio da Paraíba
Motociclistas precisam ter mais cuidados
A Paraíba ocupa a 12ª posição no ranking de vítimas de acidentes com motocicletas, com taxa de mortalidade de 9,1 para cada 100 mil habitantes. Entre 2002 e 2012, este número cresceu 322,9% no estado. No Brasil, o índice é de 6,3 mortes por 100 mil habitantes. Dados preliminares do Ministério da Saúde apontam que, em 2013, os acidentes com motos resultaram em 12.040 óbitos no país, o que corresponde a 28% dos mortos no transporte terrestre. Na Paraíba, foram 355 mortes em 2013.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Nos últimos seis anos, as internações hospitalares no Sistema Único de Saúde (SUS) envolvendo motociclistas tiveram um crescimento de 115% e o custo com o atendimento a esses pacientes de 170,8%. Na Paraíba, foram 3.169 internações em 2014, representando um gasto de R$ 3,8 milhões.

Diante desse cenário, o Ministério da Saúde está propondo uma série de ações intersetoriais, que deverão envolver outras esferas do Governo Federal, governos estaduais e municipais, para promoção de uma política específica de prevenção aos acidentes com motos. Nesta semana, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, apresentou algumas das iniciativas em discussão durante a 68ª Assembleia Mundial da Saúde, em Genebra. 

“Não dá mais para não agir na dimensão preventiva dos acidentes com motos. É preciso propor novas medidas e elevar essa discussão a um problema de saúde pública. Algumas propostas em estudo são a obrigatoriedade de apresentação da habilitação no momento da compra da moto, por exemplo, e a possibilidade de financiamento do capacete como um EPI (Equipamento de Proteção Individual), possibilitando a venda do item de segurança junto do veículo”, exemplificou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Em novembro, o Brasil sediará o 2º Road Safety, Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito, com o objetivo de repactuar metas e traçar novas estratégias do governo e da sociedade para garantir a segurança da população e salvar milhões de vidas. “Uma constatação que observamos no Brasil, e que já vimos em outros lugares do mundo, é a redução do número de atropelamentos e acidentes de carro e o aumento de acidentes de motos. A moto está substituindo a bicicleta e o cavalo e também vem sendo utilizada como um instrumento de trabalho”, observou o ministro.

Números

Segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, o Brasil registrou 4.292 mortes de motociclistas em 2003, número 280% menor do que o registrado 10 anos depois (12.040). Parte do aumento de acidentes envolvendo motos se deve ao crescimento vertiginoso da frota no país. Entre 2003 e 2013, o número de motocicletas aumentou 247,1%, enquanto a população teve um crescimento de 11%.

De 2008 a 2013, o número de internações devido a acidentes de transporte terrestre aumentou 72,4%. Considerando apenas os acidentes envolvendo motociclistas, o índice chega a 115%. Em 2013, o SUS registrou 170.805 internações por acidentes de trânsito e R$ 231 milhões foram gastos no atendimento às vitimas. Desse total, 88.682 foram decorrentes de motos, o que gerou um custo ao SUS de R$ 114 milhões – crescimento de 170,8% em relação a 2008. Esse valor não inclui custos com reabilitação, medicação e o impacto em outras áreas da saúde.

Perfil das vítimas

Segundo Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA 2011), que traça o perfil das vítimas de violências e acidentes atendidas em serviços de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde em capitais brasileiras, 78,76% das vítimas de acidente de transporte terrestre envolvendo motociclista são homens, na faixa etária de 20 a 39 anos. Entre os motociclistas ouvidos, 19,6% informaram o uso de bebida alcoólica antes do acidente e 19,7% estavam sem capacete.

“Os acidentes pegam uma faixa etária delicada da população. Para um país que está envelhecendo, essas pessoas impactam muito, já que estão em sua idade produtiva. Esses acidentes interferem no sistema de saúde, na previdência, no trabalho e, principalmente, na vida pessoal do indivíduo”, lembrou o ministro.

Em 2010, o Ministério da Saúde implantou o Projeto Vida no Trânsito com o objetivo de reduzir os casos de mortes e feridos em decorrência de acidentes no trânsito. Entre as ações do projeto está a realização de campanhas educativas e a qualificação dos sistemas de informação sobre acidentes, feridos e vítimas fatais.

Com o banco de dados atualizado, os gestores de saúde podem identificar os fatores de risco e as vítimas mais vulneráveis nos respectivos municípios, assim como os locais onde o risco de acidente é maior. Desde a implantação do projeto, já foram liberados cerca de R$ 41,3 milhões para as atividades. Em 2012, o Ministério autorizou o repasse de R$ 12,8 milhões e, em 2013, foram repassados R$ 13,5 milhões para as capitais dos 26 estados e o Distrito Federal.