sábado, 30 de agosto de 2014

Projeto Amigo do Peito realiza exames de mamografia gratuitos em Sossego




Visando oferecer as mulheres de Sossego um trabalho de prevenção do câncer de mama, atendendo a demanda de exames especializados, a Secretaria Municipal de Saúde de Sossego-PB em parceria com o governo Estadual e Governo Federal firmou convênio com a Unidade Móvel de Mamografia Digital “Amigos do Peito”, que faz exames preventivos contra o câncer de mama, em mulheres de 50 a 69 anos de idade.
O Prefeito Carlos Antônio Alves da Silva “O Carlinhos” no seu programa semanal na 89.1 FM Cidades Cuité, explicou que o objetivo da ação é promover a saúde das mulheres do município e ainda explicar a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. “A Secretaria de Saúde realizou esta ação neste sábado, 30, com equipamentos de última geração, que permitiu a execução de exames de mamografia sem nem um custo para o usuário”, explicou o prefeito Carlinhos.
Com essa ação da secretaria de saúde da prefeitura de Sossego, nesta primeira etapa em que a unidade móvel esteve no município, foram realizados mais de 60 exames de mamografias, a meta da secretaria de saúde é atingir todas as mulheres que esteja dentro da faixa etária de atendimento.
Segundo o coordenador da atenção básica da secretaria de Saúde do município, Severino Bernardo, na 1ª etapa dos serviços, foram feitos 65 exames, durante todo o dia. ”Os atendimentos foram realizados no Centro da cidade, por meio da unidade móvel, que ficou estacionado em frente à Unidade Básica de Saúde Pedro Vieira da Silva e atendeu 40 pessoas pela manhã, e mais 25 no turno da tarde”, disse Bernardo.
Severino Bernardo que coordenou a campanha, relatou que as mulheres selecionadas pra fazerem o exame de rastreamento tinham entre 50 e 69 anos, em virtude de ser esta uma faixa etária, onde é mais fácil o surgimento do problema.
Conforme a equipe da secretaria de saúde precisa-se agendar outra data com a equipe da Unidade Móvel de Mamografia Digital “Amigos do Peito”, pois toda a zona rural ficou sem fazer o exame de rastreamento.

 por Manoel Tavares

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

STJD - EXCESSO DE PODER

COMENTÁRIO

Adamastor Chaves


STJD ATRAPALHA O FUTEBOL BRASILEIRO

Estamos vivendo outros tempos no nosso futebol. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva está voltando ao passado se aparelhando aos atos da “ditadura militar brasileira” período inicial de 1964. Na época do “aperto” militar ninguém podia se dirigir a outrem sem ajoelhar-se aos homens de verde, mandantes da política brasileira. Hoje os membros do STJD julgam-se na mesma linha de conduta usando todos os meios para fazer valer a sanha de poder, de mando. Pior, com “dois pesos e duas medidas”.

Temos visto constantemente, em atos decisivos desse colegiado, medidas abusivas, desnecessárias prejudicando pequenos e “passando a mão” por cima de grandes. No saldo, clubes brasileiros de diferentes condições financeiras e prestígios no cenário esportivo. Muitas decisões abusivas, e o pior é que os clubes aceitam passivamente como se o STJD fosse ”o senhor absoluto do futebol”. A mais recente diz respeito às exclusões de Icasa-CE e Botafogo-PB de seus respectivos campeonatos, B e C do Basileirão.

O time cearense recebeu severa punição por recorrer a Justiça Comum sem antes “ajoelhar-se” as imposições do STJD.  Exemplo: se uma pessoa adoece, vai ao médico e não gosta do atendimento, não pode procurar outro profissional para ter melhor diagnóstico sobre a sua saúde. É assim que se comporta o STJD. O clube tem que aceitar o que lhe é imposto pelo órgão judicante sem o direito de procurar outras instâncias em busca do seu direito. E ainda dizem que vivemos numa plena democracia. Engano!

No caso do Botafogo da Paraíba, é mais aberrante ainda a decisão dos “justiceiros do futebol”. É público e notório que no Estádio Almeidão houve envolvimento entre torcedores do Sport Recife e a Polícia Militar, sem nenhuma interferência do torcedor botafoguense, fato provado através de imagens levadas e provadas em audiência no “balcão dos justiceiros”. “O que diabo tem a ver o Botafogo com marginais que se envolvem com a polícia na arquibancada. É caso de polícia, e não de STJD!

O que mais envolve esses “justiceiros do futebol”, denominados de membros do STJD, são créditos dados a alguns péssimos árbitros da CBF que, além de receberem muito dinheiro para brincar de apitar futebol, ainda cismam de, recebendo total credibilidade dos “justiceiros”, relatam na súmula o que bem entendem, ou que lhe dizem, sem olhar o prejuízo que podem causar a uma entidade de futebol que trabalha, luta, investe para se manter profissional no futebol brasileiro.

Está na hora de uma revisão total nesse poder exagerado do STJD que, mesmo sendo uma Justiça auxiliar, está querendo ser superior em geral. A Constituição Brasileira é clara ao determinar que a Justiça brasileira tem o seu caminho e o poder específico sem, no entanto, determinar que a Justiça Desportiva possa sobrepor-se a Justiça Comum, prioritária em todos os sentidos, principalmente nas ações e decisões intermediárias. Está na hora de barrar essa ânsia de poder exagerado do STJD.

Os clubes é que fazem o futebol e como tal também devem ser respeitados no seu direito. Para o STJD o clube nada significa, são apenas partes do espetáculo quando na verdade são eles que fazem a festa do futebol, e não decisões de pessoas que, certamente, nunca entraram em um campo de futebol para sentir o peso de estar se exibindo para milhões de pessoas. Sentados confortavelmente, com toda pompa, bem assistidos, fazem dos clubes brasileiros “bois de piranhas”. 

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Comentário sobre o futebol paraibano



COMENTÁRIO

Adamastor Chaves



NOSSOS REPRESENTANTES NA BALANÇA DO BRASILEIRO


A Paraíba tem três equipes no Brasileirão 2014. Dois clubes representam o Estado na Série C e um na D. Botafogo e Treze vão se sustentando na série que classifica para a B e o Campinense tentando fugir da D com vistas a C. Não está fácil para nossos clubes, mas, em decorrência das dificuldades, vão se sustentando “aos trancos e barrancos” em busca de um lugar ao sol.  A luta continua. Dos três o mais folgado, um pouco, é o Botafogo que ocupa a vice-liderança e com amplas chances de chegar a B. O Treze ainda, também na C, precisa ultrapassar sérias barreiras para chegar ao G-4, enquanto que o Campinense, na luta pela C, vive convive com as dificuldades da D.

Todos sabem que não é fácil uma disputa do Brasileiro em qualquer série, embora todos visem a A que o “filé” para quem pretende chegar à Libertadores das Américas ou Sulamericana. Não é fácil. Estamos vendo, em todas as séries o que fazem ou deixam de fazer para sair de posições incômodas e se posicionar em situações de vantagens. Subidas rápidas e descidas na mesma velocidade,  presenciamos no dia-a-dia do futebol brasileiro nas séries A, B, C e D, mesmo porque existe uma paridade muito grande entre os disputantes, com raras exclusividades de distanciamentos entre os clubes e a obrigação de manutenção de suas conquistas.

Na série C do Brasileiro temos o Botafogo e Treze, com vantagem, momento no atual, para o time da Capital que ocupa a vice-liderança. O Treze, em que pese os investimentos, ainda não teve como se posicionar no G4 e ganhar ampla motivação pela manutenção no bloco. Está por ali, entre a “beira e o buraco”. No sobe e desce. No momento ocupa a oitava colocação e para chegar ao G4 precisa ultrapassar barreiras quase intransponíveis. Precisa ganhar seus jogos em casa e faturar alguns pontos fora dos seus domínios. São essas as dificuldades. Não está havendo regularidade em seus compromissos. Cada jogo é uma surpresa.

Para o rubronegro serrano, o Campinense, na Série D, está havendo uma falta de credibilidade dos próario sobre o futebol paraibanoprios torcedores imputando responsabilidades ao treinador Freitas Nascimento pelos resultados negativos obtidos até o momento. Mas, pelo caminhar da competição, não é hora para desespero. O momento é de compreensão, ajuda, confiança e, dentro do possível, levar o incentivo à todos que fazem o clube. Ninguém perde por livre e espontânea vontade. Às vezes tem que se curvar a qualidade adversária e, quando isso acontece, não tem técnico no mundo que evite o revés. Se Freitas dirige o Campinense é por ter qualidades comprovadas, inclusive, pelo torcedor.

Nossos clubes estão na balança do futebol brasileiro. Das séries C e D  lutam por melhores dias e posições no ranking nacional. Botafogo, Treze e Campinense, queiram ou não, são nossos representantes. E como tal temos que depositar total confiança para que possam tirar proveito disso e, em campo, aumentar o poder de luta em busca dos seus objetivos. Nem tudo está perdido. Repito. Estamos na metade da competição e, como diz o filósofo popular, “tem muita água pra correr por baixo da ponte”. Então vamos nessa onda e manter a luta. Pois, para isso, é importante o apoio popular. O incentivo de suas facções clubísticas. Seus torcedores.


quarta-feira, 20 de agosto de 2014

COMENTÁRIO SOBRE INVASORES


Comentário

Adamastor Chaves


FINALMENTE PREVALECEU A LÓGICA


Em alguns jogos da IV Copa de Veteranos do Curimataú e Seridó, envolvendo clubes dos Estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, tive a oportunidade de presenciar, nos estádios de Jaçanã (RN) e Florestão EM Nova Flores (PB), invasões de campo permitidas pelo trio de arbitragem e representantes da competição. Cheguei a reclamar, mas em vão. O representante dizia que era responsabilidade da arbitragem fazer sair invasores. Por outro lado os árbitros afirmavam que cabia ao representante em campo tomar tal providência. Cheguei a dizer aos árbitros que ali, antes, durante e depois, quem manda é a arbitragem.

Em quatro jogos, os quais presenciei  esse fato alheio a disciplina e as normas regentes do futebol alertei para o perigo. Não deixei de criticar em meus comentários, sem a devida atenção dos representantes e arbitragens. Mas, quem fala o que é certo e mostra o defeito, um dia alguém desperta para a realidade e descobre que na verdade caminhava na “estrada errada”. E foi o que aconteceu. Não sei no grupo A, com jogos em Picuí, mas nos integrantes do grupo B a providência foi tomada e na partida envolvendo Trintão de Sossego e a Seleção de Baraúnas só foram permitidos em campo atletas, dirigentes que assinaram súmula e repórter.

Finalmente alguém reconheceu e corrigiu o erro. Se por acaso foram os dirigentes da competição, parabéns pela medida. Se por ventura  foram os árbitros que decidiram fazer valer a sua autoridade em campo, parabéns por cumprir normas do futebol. Não pode, de maneira nenhuma, pessoa estranha ao jogo estar presente dentro do espaço reservado para a disputa do futebol. É, inclusive, perigoso. Pode, até por impulso, ocorrendo qualquer desentendimento dentro de campo, a pessoa estranha entrar no “samba” sem ser convidado prejudicando o trabalho do representante e da própria arbitragem. Uma temeridade. Mas, em tempo, prevaleceu o bom senso.

No mais a competição está “rolando” com altos e baixos índices técnicos. O que tange a parte disciplinar também ocorre dentro do normal. Faltam poucos jogos para que sejam conhecidos os classificados e, obviamente, os confrontos diretos na modalidade “mata”, visto que em apenas um jogo se conhecerá o classificado para a fase seguinte. A importância da competição envolvendo ex-atletas com idades acima dos 45 anos, é de suma importância para acabar com a ociosidade, tão presente na segunda idade e altamente prejudicial na terceira.  Muitos estão deixando até de “bebericar” para bater uma bolinha. Bom sinal para quem é “coroa”.



terça-feira, 19 de agosto de 2014




“COMAE” SE REÚNE, APROVA RELATÓRIO 2013, E 
DECIDE DATA DA ASSEMBLÉIA GERAL:29 DE AGOSTO


Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, na Sala de Reuniões da Prefeitura Municipal de Sossego, sob a presidência de Roberto Soares, membros do COMAE – Conselho Municipal de Alimentação Escolar – estiveram reunidos para análise e aprovação do Relatório Anual de  Gestão 2013, bem como a definição de data para eleição da nova diretoria com vistas ao quatriênio 2015/2018.

No transcurso da reunião, depois de aprovado o Relatório Anual de Gestão 2013, por unanimidade, o presidente dos trabalhos, Roberto Santos, confeccionou o Edital de Convocação da Assembléia Geral para eleição da nova diretoria, que ficou definido o dia 29 do mês e ano em curso quando, na oportunidade serão eleitos os membros para a diretoria do COMAE no quatriênio 2015/2018.

Sob a presidência de Roberto Soares, estiveram presentes e assinam a ata de reunião, o vice-presidente e relator Manoel Tavares, a representante dos alunos da rede municipal de ensino Maria das Vitórias, o representante da sociedade civil municipal Eremilson Pereira, a Secretaria de Educação do Município Rose Mary, as Secretárias de Administração e Ação Social, Lusineide Oliveira e Jubaneide Alves, representantes do Governo Municipal.

Segundo Manoel Tavares, relator do documento comprobatório da ação do COMAE no ano 2013, a reunião transcorreu normalmente. “Foi tudo normal. A aprovação do relatório 2013 foi por unanimidade, bem como a data limite para a Assembléia Geral que irá eleger a nova diretoria para o quatriênio 2015/2018, data esta definida para o próximo dia 29 às 15 horas, na Sala de Reuniões da PMS”, disse Manoel Tavares.



(Matéria & Fotos P/P Adamastor Chaves)

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

PREFEITO CARLINHOS ESTEVE NO SÍTIO SANTA RITA

Prefeito Carlinhos com o Sr. Nivaldo e D. Raimundo. Na mesa, aproveitando o convite, Lindomar, Manoel Biá e Jojó

PREFEITO CARLINHOS FAZ VISITA DE CORTESIA A
FAMÍLIA  DO SR. NIVALDO NO SÍTIO  SANTA RITA


Como sempre faz nos finais de semana, haja vista as constantes viagens à João Pessoa, capital administrativa do Estado da Paraíba, e outras de porte político em busca de melhores e maiores investimentos para o Município, o prefeito Carlinhos aproveita bem os dias de sábado e domingo para contatos com os amigos residentes na zona rural.

No último sabado, por exemplo, o prefeito Carlinhos atendeu convite do Sr. Nivaldo, sua esposa Raimunda, filhos, noras, genros e netos para um jantar em família na sua residência no Sítio Santa Rita. Do staf administrativo do prefeito fizeram parte Lindomar Gomes (Secretário Chefe de Gabinete), Jubaneide Alves (Secretária de Ação Social), Juraneide Alves (Coordenadora do CRAS), D. Rosa (genitora do prefeito) e Vinícius (filho do gestor sosseguense). O vereador Manoel Biá, acompanhado de sua filha, já estava no local quando da chegada do prefeito Carlinhos.

Com a simpatia de sempre e a peculiar maneira agradável de receber os visitantes, o Sr. Nivaldo e sua esposa D. Raimunda foram os anfitriões da noite e lá em sua residência estiveram, além dos acima citados, seus filhos, noras e genros, netos e pessoas amigas convidadas, tais como Joventino e D. Vitória, D. Nalvinha e filho. Não faltou alegria, confraternização, comida, bebida, milho assado, peixe frito, frutas variadas e bom papo. Eu e Chico Belo também comparecemos como integrantes da caravana do prefeito Carlinhos.













(Matéria & Fotos P/P Adamastor Chaves) 

TRINTÃO VENCE E SE CLASSIFICA

Trintão de Sossego: Empé - Galegão, Marcão, Petrônio, Wanderey, Nenem e Jailton. Agachados: Aelson, CArlinhos Alves, Nil, Manoel Puro, Felipe e Renilson.

TRINTÃO DE SOSSEGO VENCE BARAÚNA
E GARANTE VAGA  NA 2ª FASE DA COPA
DE VETERANOS DO CURIMATAÚ-SERIDÓ

Com a vantagem de jogar pelo empate, visto que o selecionado de Esperança, único time que poderia tirar a chance de classificação do representante sosseguense na competição, não passou do empate em jogo realizado no dia anterior só podendo chegar aos quatro pontos. O Trintão tinha a vantagem do empate por computar quarto pontos.

Não foi fácil. O time de Baraúna, mesmo “zerado” na pontuação, querendo se despedir com vitória, se agigantou em campo, neutralizou as principais jogadas sosseguense e tirou proveito do fato do Trintão estar precisando do empate ao se fechar na defesa. Como livre atirador, nada tendo a perder, o Baraúna se lançou ao ataque e complicou.

Aos 17 minutos de partida, numa jogada isolada pela esquerda, Manoel Puro sofreu falta dentro da área. O árbitro não teve dúvidas de mandar para a marca penal. Marcão se ofereceu para a cobrança e decepcionou. Jogou a bola para fora, perdendo a chance de abrir o placar. O jogo continuou equilibrado. Aos 30 minutos aconteceu o primeiro gol do jogo.

Confusão na área, bola foi chutada para o gol, bateu no travessão, na volta sobrou para o zagueiro Wanderley que não perdeu tempo e mandou para o fundo da rede. Muitas reclamações surgiram por parte dos jogadores de Baraúna acusando o auxiliar Antonio Nascimento de não ter marcado impedimento. Gol confirmado, nada mais aconteceu até o apito final do primeiro tempo.

Na etapa complementar o Baraúna voltou mais presente nas jogadas ofensivas e várias chances de gol foram desperdiçadas, ou paravam nas mãos do goleiro Renilson. Facilitando, não acreditando na reação adversária, o Trintão cedeu espaço e aos 30 minutos o Baraúna chegou ao empate com Adalberto. O perigo andou rondando o Trintão, que acordou, finalmente para o jogo.

Faltando três minutos para o final do jogo, embora o empate fosse um bom resultado, o Trintão chegou ao gol da vitória. Náu, que voltava ao time depois de descansar um pouco, aproveitou uma jogada pela direita e na saída do goleiro Raí mandou para o fundo da rede tranqüilizando a todos dentro de campo. Em seguida o árbitro apita ao final do jogo.

FICHA TÉCNICA

Jogo: Trintão/Sossego 2 x 1 Seleção de Baraúna
Local: Estádio “O Florestão”, em Nova Floresta
Competição: IV Copa de Futebol de Veteranos/Fase classificatória
Árbitro: Clebson Nascimento (Nova Flores/bom trabalho)
Assistentes: Vitório Santos e Antonio Nascimento
Gols: Wanderlei (30’/1º t), Adalberto (30’/2o t) e Náu (37”/2º t)
Times: TDRINTÃO/SOSSEGO (2) – Renilson., Nil, Galegão e Wanderley., Marcão, Petronio, Manoel Puro, Chico Queiróz e Nenem., Carlinhos Alves e Náu. Atuaram ainda: Chico Belo, Felipe, Iran, Aélcio, Lindomar, Evangelista. Técnico/interino: Marcos de Zé Lu. BARAÚNA (1) – Raí., Nissinho, Júnior, Coi e Zé de Biró., Buíto, Zé da Telpa, Galego e Nô., Adalbro e Uzemir. Entraram no jogo: Marinaldo, Zé de Vitim.


(Matéria & Fotdos P/P Adamastor Chaves).